sexta-feira, 10 de abril de 2015

CLTNEWS | TRT do Ceará: Previsão é de novidades até o final do mês


O mês de abril poderá reservar novidades para os interessados no concurso para técnico e analista judiciários do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT-CE), da 7ª Região. Segundo informações da Secretaria de Gestão de Pessoas, a intenção do tribunal é definir alguns dos detalhes da seleção até o fim deste mês. Em paralelo aos preparativos da seleção, há uma solicitação de criação de 51 novas vagas, das quais cinco são para juiz do trabalho, 31 para analista judiciário e 15 para técnico judiciário. Este requerimento, já aprovado em três instâncias, será transformado em projeto lei para que seja votado no Congresso Nacional.


O pedido confirma que o tribunal precisa de novos servidores e reforça a necessidade de realização da seleção ainda este ano, conforme anunciado pelo órgão. O tribunal já admitiu que a realização do concurso não depende da aprovação do texto em Brasília. Embora tenha um projeto de criação de vagas tramitando em Brasília, o concurso vai ser realizado e formará cadastro, podendo preencher o montante aprovado. O cargo de técnico judiciário é um dos atrativos da seleção. A remuneração inicial é de R$5.365,92, para exigência do nível médio. Já para analista, por sua vez, a exigência é de nível superior, com salário inicial de R$8.803,97.

Para o Sindicato dos Servidores da 7ª Região da Justiça do Trabalho (Sindissétima), que representa os funcionários do tribunal, há urgência em novas contratações. Na semana passada, Maria Bernadette Nogueira Rabelo, presidente do sindicato, declarou à FOLHA DIRIGIDA que a seleção deverá ser realizada o quanto antes. "Há um déficit grande no quadro pessoal. Houve criação de varas no interior e de gabinetes para novos desembargadores mas não houve aumento no número de servidores".

Última seleção - O último concurso realizado pelo tribunal foi em 2009, organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC). Na época, foram oferecidas 94 vagas para analista e 85 para técnico. No nível médio, as chances eram para técnico judiciário área Administrativa; técnico judiciário área Administrativa (Transporte); técnico judiciário área de apoio especializado (Enfermagem) e técnico judiciário área apoio especializado (Tecnologia). Os postulantes a técnico foram avaliados em questões de Língua Portuguesa e de Conhecimentos Específicos, além de prova de prática de direção veicular para os concorrentes da especialidade em transporte. Já os candidatos a analista realizaram avaliação objetiva de Língua Portuguesa e de Conhecimentos Específicos. Todas as etapas foram de caráter eliminatório e classificatório. As provas foram aplicadas nas cidades de Fortaleza, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte e Sobral.


Fonte: Folha Dirigida

2 comentários:

  1. sera se o edital sai ate esse primeiro semestre?

    ResponderExcluir
  2. Acho muito difícil sair esse semestre.veja o exemplo de Minas gerais..

    ResponderExcluir