quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

TRT do Rio de Janeiro empossa 72 novos servidores


Depois de concluir em dezembro a instalação do Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) em 100% de suas unidades judiciárias, o TRT/RJ deu posse nesta segunda-feira (19/1), em solenidade realizada no auditório do Prédio-Sede, a um grupo de servidores que reforçará os setores responsáveis pela área tecnológica do Regional fluminense. São 69 novos analistas judiciários e dois técnicos judiciários da especialidade Tecnologia da Informação, todos aprovados no concurso de 2014. Também foi empossado um analista judiciário da área judiciária, da seleção de 2012. Os profissionais de informática ficarão lotados na Secretaria da Tecnologia da Informação (STI) e na Secretaria de Soluções em Tecnologia da Informação (SST).

Os 72 novos servidores, muitos deles acompanhados de parentes e amigos, foram recepcionados pela diretora da Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP), Sônia Regina de Freitas Andrade; pelo diretor da Secretaria de Administração de Pessoal (SEP), Lucio de Paula Correa; pela diretora da Escola de Administração e Capacitação de Servidores (Esacs), Cristina Bernardo Neves; e pelos diretores da STI e SST, respectivamente, Leonardo Bollentini e Celia Utiyama.

Ao dar as boas-vindas aos empossandos, Sônia Andrade ressaltou a importância deles para a instituição num momento em que o PJe-JT se tornou realidade em todas as Varas do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro e no 2º grau. E destacou que eles têm espaço para propor mudanças nos processos de trabalho, mas devem estar atentos, antes de tudo, à cultura organizacional.

Um a um, os novos integrantes do corpo funcional do TRT/RJ foram chamados para a assinatura do Termo de Compromisso e Posse. Em seguida, receberam os doces "bem-chegados", que são oferecidos pela equipe da SGP e já se tornaram tradicionais nas cerimônias de recepção aos servidores que ingressam no Tribunal. Na ocasião, muitos empossandos aproveitaram para tirar fotos com seus familiares e os diretores que os receberam.

Entre eles, o analista judiciário João Raul Jardim Meneses, acompanhado pelos pais, pela irmã e por uma tia. Depois de algumas experiências na iniciativa privada, ele deixou o emprego para se dedicar ao estudo para concursos públicos em fevereiro de 2014. Agora, trocará o Recife, sua cidade natal, pelo Rio de Janeiro. "As informações que tive do TRT/RJ foram as melhores possíveis. Espero encontrar um bom ambiente de trabalho, além do que é uma boa oportunidade de morar no Rio de Janeiro, uma bela cidade", disse o profissional de Tecnologia da Informação.

Ao fim da cerimônia, a plateia assistiu a um esquete teatral do Grupo Servidores em Cena, formado por funcionários do TRT/RJ que cantam, tocam, dançam, escrevem, interpretam ou recitam. Ainda nesta segunda-feira, os novos servidores fazem uma visita por algumas instalações do Prédio-Sede, como o Centro Cultural do TRT/RJ e o Salão Nobre. A partir de quarta-feira (21/1), eles participarão do Curso de Ambientação, com duração de oito dias.

Fonte: TRT da 1ª Região/Assessoria de Imprensa e Comunicação Social

3 comentários:

  1. Boa noite, estou aprovado no último concurso do TRT-RJ para o cargo de técnico judiciário - área administrativa, que foi homologado em junho de 2013. Estou aguardando a convocação. O prazo de validade é de 2 anos, prorrogável por igual período. Pelo que tenho pesquisado, todos os TRT´s do país prorrogam suas validades sempre. Não sei se serei chamado antes de junho, por isso o que quero saber é: eles tem alguma obrigação em prorrogar tendo candidatos aprovados mesmo fora das vagas imediatas? (Pelo que sei o prazo é prorrogável, mas eles sempre prorrogam). Tem algo que eu possa fazer para garantir isso?
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Eles podem prorrogar mas não é obrigatório, vc pode se informar melhor ligando para o cora.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Janaína, liguei pra lá eles falaram que trocou a presidência no início do ano e que devem prorrogar sim, mas só vão saber mais pra perto.
    Outra coisa, pra eu conseguir remoção ou permuta sabe se demora?

    ResponderExcluir