segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Aécio Neves fala ao Portal de Notícias do CERS / PCJ sobre suas propostas para o funcionalismo público


Nesta semana, a equipe do Portal de Notícias do CERS e Portal Carreira Jurídica entrou em contato com os principais candidatos à presidência do país, segundo o que apontam as pesquisas de intenção de voto: Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB) e Pastor Everaldo (PSC). Todos os quatro receberam o questionamento abaixo, tratando o tema do “funcionalismo público”:


“Vemos a necessidade de entregar a nossos leitores de todo o país, as propostas e projetos dos candidatos à presidência voltados ao segmento do funcionalismo público.

De que forma o candidato enxerga e vai trabalhar por aqueles que giram a roldana diária das instituições estatais, da justiça, da fiscalização governamental e da defesa pelos direitos populares?”

E o primeiro a responder a solicitação dos portais foi o tucano Aécio Neves. Leia a íntegra do comentário do candidato, que ressalta as experiências que teve na relação com o serviço público do estado em que foi governador e atualmente senador:

“Vamos trabalhar para garantir um aumento real ao salário do funcionalismo público. A nossa candidatura tem as melhores condições para a retomada do crescimento econômico no país e este é público é absolutamente essencial para que isto ocorra.

Quando governei Minas Gerais, com gestão, com metas, levei Minas a ser o Estado brasileiro que tem 100% de seus servidores avaliados em cada área de atuação. Ao alcançarem as metas pré-estabelecidas, recebem um 14º salário no final do ano. Eu cito isso como exemplo, apenas para dizer e reiterar minha crença na gestão pública. Investimentos também nas condições de trabalho. Cito o caso da Cidade Administrativa, construída por nós para melhor as condições físicas de trabalho dos servidores.

Foi a gestão pública eficiente que permitiu fazer com que Minas Gerais tenha hoje, em todo o Brasil - não sendo o mais rico dos estados e menos ainda o mais homogêneo - a melhor educação fundamental do Brasil e a melhor saúde da região Sudeste. As boas práticas de gestão pública são executadas por um governo desaparelhado e eficiente. Eu quero reiterar a minha fé em que, com a parceria com o governo de cada um dos estados, de forma descentralizada como acontece hoje, nós vamos novamente fazer que os serviços públicos sejam de qualidade.

Haverá absoluto respeito ao servidor público. Vamos buscar ganhos reais nas suas remunerações. E ninguém, hoje, no atual ambiente político, tem as melhores condições para resgatar a capacidade de o Brasil crescer com segurança do que nós temos.

Nós estamos apresentando uma proposta bem elaborada, consistente, realista e ousada e que parte da nossa experiência de gestão. Portanto, eu acho que essa será a proposta aprovada pela maioria dos brasileiros.”


Fonte: Portal Carreira Jurídica

4 comentários:

  1. Resumindo a proposta do Aécio: ter um governo desaparelhado = contratar menos servidores, logo, diminuir a realização de concursos públicos.

    ResponderExcluir
  2. Sou de Minas Gerais e posso afirmar com propriedade que com a gestão desse Administrador MG diminuiu muito a quantidade de concursos públicos, o que ocorreu foi terceirização e a contratação sem concurso publico (temporários). Quanto à situação da Educação em Minas Gerais, a realidade é bem diferente da propaganda. Os alunos independente de condições não podem ser reprovados, com isso os índices de reprovação caem vertiginosamente, porém alunos concluem o ensino médio praticamente "analfabetos funcionais".
    Não tenho inclinações políticas com partido algum, só me deixa indignado essa propaganda fantasiosa que é feita em relação ao Governo de Minas. A que possa interessar pesquise no Google a quantidade de concursos públicos (nível estadual) ocorridos em MG nos últimos 12 anos, a proibição de reprovação de alunos etc.
    Eder Oliveira.

    ResponderExcluir
  3. CONCURSEIRO DE VERDADE NÃO VOTO NUNCA NO PSDB...ELES QUEREM É REDUZIR O SERVIÇO PÚBLICO..PRECARIZAR O SERVIÇO PÚBLICO COM REDUÇÃO DE CARGOS...E CONTRATAÇÃO DE TERCEIRIZADOS..

    ResponderExcluir
  4. Basta a gente ver o que o FHC fez durante o governo dele, praticamente não havia concurso, sem contar que o servidor concursado foi desvalorizado e teve salário congelado por muitos anos! PSDB é a favor de terceirizar e precarizar o Estado! O próprio Aécio diz: Estado mínimo! Isso significa que são as empresas privadas que mandam no governo. Ainda não decidi em quem votar, mas COM CERTEZA no PSDB nunca votarei!

    ResponderExcluir