sexta-feira, 13 de junho de 2014

Em tempos de Copa, concurseiros precisam decidir entre estudar ou curtir os jogos


A Copa do Mundo começa nesta quinta-feira (12/6) e para não perder o ritmo dos estudos, os concurseiros vão ter que ficar atentos. A decisão de interromper o cronograma para assistir a uma partida pode influenciar todo o planejamento do candidato. Por mais dedicado que sejam os estudantes, e ainda que não se importem com a Copa do Mundo, é impossível não ser atingido pelo Mundial. O ambiente não vai facilitar os estudos: o trânsito fica mais pesado nos locais dos jogos, o barulho mais intenso e a maioria dos cursos e bibliotecas públicas ficarão de portas fechadas, pelo menos nos dias de jogos do Brasil. Especialistas acreditam que uma pausa nos estudos, durante as partidas principais, é uma boa opção de lazer para os candidatos.


Mas tem gente que não quer nem saber de Copa. O concurseiro e microempresário Carlos Marlen, de 35 anos, garante que não vai se deixar influenciar pelo Mundial de futebol, pelo menos na primeira fase. “Se o Brasil passar para a segunda fase da Copa, eu posso até parar para dar uma ‘olhadinha’ no jogo, mas não vou interromper meus estudos”, explica. Quando questionado sobre o barulho que os jogos vão trazer (buzinas, fogos de artifício e os gritos de gol), Carlos assume que vai ser complicado fugir da euforia, mas quando isso acontecer um fone de ouvido e uma música suave vão ajudá-lo a manter a concentração. Carlos está focado no concurso da Polícia Federal e, para isso, estuda oito horas por dia. “Se eu parar de estudar em todos os dias de jogos do Brasil, vai ter alguém que não parou os estudos. São nesses pontos que o concorrente fica mais forte”, ressalta Carlos.

Já para o estudante Abraão Souza, de 23 anos, encarar os jogos como um momento de lazer e diversão é uma boa opção. Ele é fisioterapeuta e se prepara para o concurso da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF). “Muitos concurseiros se privam de todas as coisas, eu acho que eles não deveriam ser tão radicais”, opina o estudante. Muitos alunos vão usar esse tempo para ganhar vantagem sobre os outros candidatos, mas Abraão acredita que o conteúdo de um dia pode ser reposto depois. “Parar um dia ou outro não vai fazer tanta diferença assim, pode compensar depois. A pessoa tem que saber se organizar”, acredita.

O professor Sanderson Ferreira alerta os estudantes que pressão demais, em momento algum, faz bem para o aluno. “Tudo deve ser feito com equilíbrio. Se a família vai se reunir aproveite o momento para relaxar e depois absorver melhor o conteúdo de estudo”, ressalta. Ele acredita que, mesmo em períodos que não tem Copa, o concurseiro deve ir ao cinema, namorar e ir a eventos familiares, afinal, a vida pessoal não deve ser coberta apenas por estudos.

Lembrando que mesmo que este ano seja de Copa do Mundo e eleições, no Brasil, não há impedimento para publicação de editais, aplicações de provas e homologações. O que não poderá acontecer durante o período eleitoral é a autorização de novos concursos e a nomeação para cargos. Todas as demais etapas dos certames acontecerão normalmente.

Já fez a sua escolha? Confira as dicas dos especialistas:

• Pelo menos em dias de jogos do Brasil, pare os estudos para descanso e lazer. Se o dia de relaxar é no domingo, tire a folga no dia do jogo e no domingo reponha o conteúdo.

• Encare os dias de partidas do Brasil como uma distração, um descanso mental. Mas lembre-se de não se envolver demasiadamente, pois no outro dia, o cronograma de estudo deve ser seguido normalmente.

• O aluno que insistir e tentar estudar durante a Copa, pode tentar mudar o cronograma. Por exemplo, se o jogo está previsto para tarde, estude de manhã, para fugir do barulho.

• Se a escolha foi por assistir às partidas, se entregue e curta o momento com os amigos e familiares. Mas se a decisão foi manter o foco nos estudos, mantenha a concentração e não fique pensando no que está acontecendo lá fora. É preciso estar com a consciência limpa e não fazer uma coisa pensando em outra.


Fonte: CorreioWeb

Nenhum comentário:

Postar um comentário