terça-feira, 17 de junho de 2014

Dicas para se tornar um concurseiro de sucesso


Com tanta gente em busca dos bons salários e da estabilidade da carreira pública, a disputa em concursos é sempre acirrada. E o que fazer para se destacar e conquistar a aprovação? Confira alguns aspectos comuns ao perfil do concurseiro que é bem-sucedido.


Objetivos bem traçados

Escolher um concurso adequado ao seu perfil é o primeiro ponto. Pesquisar sobre a carreira e as disciplinas exigidas em edital é fundamental para avaliar a sua aptidão para aquele certame. Não adianta querer fazer todos os concursos e não estar bem preparado para nenhum.

Perseverança

A diferença entre o concurseiro que se dá bem e o que não consegue a aprovação é que o segundo desiste, perde o objetivo, e a perseverança. As dificuldades são enormes, momentos de desmotivação vão surgir, mas é preciso ter foco e continuar os estudos. A conquista vai ter feito valer a pena cada esforço

Estude antes da publicação do edital

O tempo de preparação é longo. A média é de 2 a 3 anos, para concursos mais disputados. Por isso, perde quem espera o edital sair para começar a estudar e ganha quem se adianta.

Apoio na preparação

Material de estudos, cursos, provas anteriores. Explore todos os recursos possíveis que podem encurtar o caminho na aprovação. Apenas ler os livros não é suficiente.

Percepção do perfil da banca examinadora

FCC, Cesgranrio, Cespe, FGV, Vunesp, Esaf. Cada banca examinadora tem seu estilo de prova.  Enquanto uma banca prefere enunciados longos e questões multidisciplinares, como é o caso do Cespe, outra aposta em perguntas bem objetivas, estilo da Fundação Carlos Chagas, por exemplo. Para entender o estilo de cada uma é preciso resolver questões. Assim, o candidato verifica os temas mais frequentes e entende no que deve reforçar os estudos.

Resolução de simulados e exercícios

Além de sedimentar os conhecimentos, praticar ajuda na administração do tempo de resolução da prova. Além de revisar o conteúdo estudado, o aluno identifica os seus pontos falhos e pode rever o cronograma de estudos.

Organização

Manter o hábito diário, selecionar disciplinas que serão estudadas a cada dia e separar as horas de ler a teoria e de aplicar os conhecimentos nos exercícios são alguns dos aspectos que devem ser levados em conta.


Fonte: CERS/Exame - Manoela Moreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário