quinta-feira, 13 de março de 2014

CLTNEWS | Concurso do TRT da 1ª Região: Edital para área de apoio pode sofrer atraso


Embora o presidente da Comissão do Concurso de Servidores do TRT-RJ e assessor da Presidência, desembargador Cesar Marques Carvalho, tenha informado à FOLHA DIRIGIDA que o edital do próximo concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-RJ) deveria ser divulgado até o fim deste mês, o documento poderá sofrer um atraso. Isso porque ainda está em andamento o processo para definição da organizadora. Independentemente disso, os interessados devem manter a rotina de estudos, pois o concurso está confirmado. Serão oferecidas 45 vagas, 42 delas para analista judiciário, área de apoio especializado, especialidade Tecnologia da Informação (TI). Há ainda uma vaga de analista judiciário, na especialidade Medicina (Psiquiatria), e duas de técnico judiciário, na especialidade de TI.


A expectativa é de que o processo de escolha da organizadora não demore muitos, tendo em vista que o TRT-RJ tem grande carência na área de Tecnologia da Informação (TI). Além disso, está ocorrendo a implementação do Processo Judicial Eletrônico (PJE), o que aumenta a demanda de pessoal. O desembargador Cesar Marques Carvalho ratificou a necessidade de um novo concurso para analista na área de TI. “A área de tecnologia da informação é hoje a que, em qualquer setor da economia, demanda o maior número de trabalhadores especializados. No caso do Poder Judiciário não é diferente, sobretudo em tribunais de grande porte, como é o caso do nosso”, disse.

O cargo de analista, que exige nível superior, tem remuneração inicial de R$8.828,19, incluindo os R$710 de auxílio-alimentação. De acordo com o edital do último concurso, a função exige diploma de Informática ou de qualquer outro curso superior, desde que haja pós-gradução na área de Informática, com carga mínima de 360 horas/aula, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Já o analista de Psiquiatria tem ganhos de R$8.828,19 (vencimento básico, GAJ da classe/padrão A1 e R$710 de auxílio-alimentação). E o técnico judiciário recebe remuneração de R$5.657,95 (vencimento básico + GAJ da classe/padrão A1 e R$710 de auxílio-alimentação).


Fonte: Folha Dirigida

Nenhum comentário:

Postar um comentário