quinta-feira, 29 de agosto de 2013

CLTNEWS | TRT de Campinas confirma concurso para analista e técnico






Conforme antecipado pelo JC&E na edição 1708, que se encontra atualmente nas bancas de jornal, o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT 15), com sede em Campinas (cidade com distância aproximada de 100km da capital paulista), confirmou já ter iniciado preparativos para novo concurso público.


Consultada pela reportagem do JC&E, em virtude da proximidade do fim da validade do concurso anterior, que expira em 20 de outubro próximo, o tribunal confirmou que já se movimenta para que seja possível abrir, ainda em 2013, o novo concurso. A seleção realizada em 2009 disponibilizou 11 oportunidades, mais cadastro reserva, nos cargos de analista judiciário e técnico judiciário e obteve mais de 100 mil inscrições. Como habitual em seleções para TRTs, há um aproveitamento intenso do cadastro reserva e poucas ofertas para efetivação imediata na homologação do concurso.

Justamente por isso, a assessoria de comunicação do órgão evita fazer prognósticos em relação ao número de vagas do novo concurso que, ainda que o edital seja divulgado em 2013, só deve transcorrer em 2014. A minuta do edital ainda não teria sido aprovada, segundo apurado pela reportagem do JC&E.

O que já é certo é que a Fundação Carlos Chagas (FCC) será a responsável pela organização da seleção. O contrato, porém, ainda não foi assinado. Trata-se da mesma empresa que organizou os dois últimos concursos para o quadro de servidores do TRT 15. Nesta terça-feira (27) foi divulgado o extrato da dispensa de licitação para a contratação da FCC como organizadora.  Confira o documento no anexo ao lado.

Os salários para as funções de técnico, que demanda o nível médio completo, e analista, que exige formação superior, consistem em R$ 4.703,08 e R$ 7.261,52 respectivamente.

Indicativo

Outro ponto que precisa ser considerado de suma relevância para esse próximo concurso é que recentemente foi sancionada lei que cria 84 cargos efetivos para o órgão na área de tecnologia da informação. Como essas novas vagas influenciarão na distribuição de ofertas no edital ainda é uma incógnita. Se haverá preferência, em um primeiro momento, por reposição do quadro de servidores ou se sanar essa necessidade do tribunal será a primeira prioridade do futuro edital.

Fonte: JCConcursos

Um comentário:

  1. Gostaria de ao menos saber quais as matérias que devemos começar a estudar, as que provavelmente estarão no edital.

    ResponderExcluir