quinta-feira, 18 de julho de 2013

TRT 8 informa sobre mudanças no edital para concurso público






O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT 8) informou nesta quarta-feira, 17, que ocorreram retificações nos subitens 8.8, 9.7.1, 11.1.1.1, 12.15.1, 12.18 e do item 12 constante da disciplina de Direito Constitucional referente aos objetos de avaliação do subitem 14.3.9 do Edital nº 1 – TRT 8ª Região, de 5 de julho de 2013, referente ao concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva nos cargos de Analista Judiciário e de Técnico Judiciário do concurso C-332. O edital de retificação, de nº 2/2013, foi publicado a 15 de julho de 2013, no Diário Oficial da União.


As mudanças são as seguintes: no caso do subiten 8.8, fica a seguinte redação: “Não será permitido que as marcações na folha de respostas sejam feitas por outras pessoas, salvo em caso de candidato a quem tenha sido deferido atendimento especial para a realização das provas. Nesse caso, o candidato será acompanhado por fiscal do CESPE/UnB devidamente treinado e as respostas fornecidas serão gravadas em áudio.”

No caso do subitem 9.7.1, a redação passa a ser a seguinte: “Observada a reserva de vagas para candidatos com deficiência e respeitados os empates na última colocação, serão corrigidas as provas discursivas dos candidatos aos cargos de nível superior aprovados na prova objetiva e classificados conforme quadro a seguir:

Cargo/área/especialidade
Geral
Com deficiência
[...]
[...]
[...]
Técnico Judiciário – Área: Administrativa
1.000ª
(*)
Técnico Judiciário/Área: Apoio Especializado – Especialidade: Enfermagem
50ª
(*)


O subitem 11.1.1.1 passa a ter a seguinte redação: “Os candidatos a que se refere à alínea “d” deste edital serão convocados, antes do resultado final do concurso, para a entrega da documentação que comprovará o exercício da função de jurado.”

O subitem 12.15.1 passa a ter seguinte redação: “Os candidatos habilitados para vagas reservadas às pessoas com deficiência também deverão cumprir o disposto no subitem 12.15 deste edital, sem prejuízo das exigências estabelecidas no item 5 deste edital.”

O subitem 12.18 passa a ter a seguinte redação: “O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região poderá ceder candidatos aprovados no concurso de que trata o presente edital a outros órgãos do Poder Judiciário Federal, para fins de nomeação, mediante a observância dos seguintes requisitos:b) para exercício nas localidades a serem ofertadas pelo Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região;”.

Por fim o subitem 14.3.9 diz que, para o “Cargo 9: Analista Judiciário – Área: Judiciária e Cargo 10: Analista Judiciário – Área: Judiciária – Especialidade: Oficial de Justiça Avaliador Federal [...]
Direito Constitucional: [...] 12. Emendas Constitucionais 72/2013 (domésticas) e 45/2004 (reforma do judiciário).”

Fonte: TRT8/Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário