quarta-feira, 17 de abril de 2013

CLTNEWS | Concurso do TRT18: Preparativos para nova seleção já foram iniciados






De acordo com a Secretaria de Gestão de Pessoas do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT18), em Goiás, os preparativos para uma nova seleção já foram iniciados, após o fim da validade do último, no dia 26 de janeiro. A secretaria informou que todas as vagas existentes foram preenchidas pela seleção de 2008, porém, está realizando levantamento para definir o quantitativo de um próximo concurso, cujo edital está em processo de elaboração.



O novo concurso será para técnicos e analistas judiciários, cargos dos níveis médio e superior, respectivamente. O cronograma e demais detalhes da seleção ainda serão definidos. Em dezembro de 2012, o tribunal publicou uma dispensa de licitação em favor da Fundação Carlos Chagas (FCC) para a organização de um novo concurso.

Segundo dados do setor de Gestão de Pessoas, o concurso para servidores de 2008 nomeou 697 classificados nas várias áreas de analista e 610 nas de técnico, dos quais 401 e 283, respectivamente, tomaram posse. Em agosto do ano passado, o órgão teve autorizado o preenchimento de 226 novas vagas (171 para analista da área judiciária e 55 para técnico da área administrativa), criadas durante o período de convocações da última seleção.

Como, até a divulgação do documento, podem surgir vagas por aposentadoria de servidores, o tribunal ainda definirá as áreas/ especialidades e o número de vagas a serem oferecidos. Pelo último reajuste concedido aos servidores do Judiciário, a remuneração prevista para o nível médio é de R$5.345,02 e para o superior, de R$8.276,41, incluindo R$710 de alimentação.

Em 2008, o TRT18 ofereceu cinco vagas imediatas em dois cargos e formação de cadastro de reserva em outros 15, recebendo 52.059 inscritos. Eles foram avaliados por meio de provas objetivas sobre Português, Conhecimentos Específicos e, ainda, Noções de Direito, dependendo do cargo pretendido. Houve ainda prova discursiva (redação ou estudo de caso) aplicada para alguns cargos.

Fonte: Folha Dirigida

Um comentário:

  1. Eu quero é novidade..essa notícia não trouxe nada de novo.

    ResponderExcluir