terça-feira, 5 de março de 2013

CLTNEWS | Concurso do TRT2: Definidas áreas de atuação para técnicos e analistas







O TRT da 2ª região, com sede na capital paulista, definiu as áreas de atuação para o próximo concurso de técnicos e analistas judiciários, autorizado no último dia 18, na primeira sessão do Órgão Especial. A publicação do edital está prevista para ocorrer ainda no primeiro semestre, segundo declaração recente da presidente do órgão, desembargadora Maria Doralice Novaes, à FOLHA DIRIGIDA. Para concorrer a técnico é necessário possuir ensino médio e para analista, ensino superior. Os vencimentos são de R$7.261,52 e R$4.703,08, respectivamente, já considerando o vale- alimentação de R$710.



No caso de analista, a autorização foi para preenchimento de vagas e formação de cadastro reserva de pessoal nas áreas judiciária, administrativa e de execução de mandados, além de diversas especialidades: Contabilidade, Tecnologia da Informação, Biblioteconomia, Clínica Geral, Medicina do Trabalho, Cardiologia, Psiquiatria, Psicologia, Estatística e Arquivologia. No caso de técnico, as opções serão para a área administrativa e para as áreas de apoio (Digitação, Enfermagem, Operação de Computadores, Tecnologia da Informação, Artes Gráficas, Carpintaria e Marcenaria, Estrutura de Obras e Metalurgia, Telecomunicações e Eletricidade, Mecânica, Copa, Telefonia, Transporte e Segurança). O último concurso para estes cargos ocorreu em 2008, com validade expirada em fevereiro, exceto para técnico na área administrativa - segurança, cuja validade se estende até 5 de maio.

Números

Apesar de já ter sido dado o sinal verde para o novo concurso, o número de vagas ainda será definido. No último foram oferecidas 21 vagas imediatas, além de formar cadastro reserva de pessoal. Desde que os resultados foram homologados, já foram convocados 5.019 aprovados, sendo 2.630 técnicos e 2.389 analistas. Na ocasião foram registrados 94.808 inscritos, sendo 53.519 para técnico na área administrativa. Para analista judiciário foram 11.430 na área administrativa e 17.661 na área judiciária. Para técnico na área administrativa, a prova contou com 60 questões, sendo 30 de Conhecimentos Gerais, com peso um, e 30 de Conhecimentos Específicos, com peso dois. Para analista foram 25 questões de Conhecimentos Gerais, com peso um, e 35 de Conhecimentos Específicos, com peso três, além de uma redação.

Confira a autorização publicada no Diário Oficial:
PROCESSO TRT/MA Nº 0000008-44.2013.5.02.0000
Assunto: Concurso Público destinado ao provimento dos cargos de Analista Judiciário.
CERTIFICO que, em Sessão Administrativa Ordinária realizada nesta data, o E. Órgão Especial decidiu, por unanimidade, aprovar a proposta de abertura do concurso público para preenchimento das vagas atuais e daquelas que surgirem, objetivando provimento de cargos da carreira de Analista Judiciário, para a Área Apoio Especializado, Especialidade Arquivologista. E, ainda, com as cautelas prevista no inciso IV, do art. 37 da Constituição Federal, para os cargos da carreira de Analista Judiciário, Área Administrativa e Judiciária, Área Administrativa - Especialidade Contabilidade, Área Judiciária - Especialidade Execução de Mandados e Área Apoio Especializado nas Especialidades de Tecnologia da Informação, Biblioteconomia, Clínico Geral, Medicina do Trabalho, Cardiologista, Psiquiatria, Psicologia e Estatística, contemplados com concurso público e que se encontram na validade (Processo TRT/MA 70102.2007.000.02.00-6), nos termos do voto da Exma. Sra. Desembargadora Relatora. Presidiu a sessão a Excelentíssima Senhora Desembargadora MARIA DORALICE NOVAES, presentes os Excelentíssimos Senhores Desembargadores Silvia Regina Pondé Galvão Devonald, Rilma Aparecida Hemetério, Anelia Li Chum, Nelson Nazar, Sérgio Winnik, Luiz Carlos Gomes Godoi, Odette Silveira Moraes, Fernando Sampaio, Maria Inês Moura Santos Alves da Cunha, Tania Bizarro Quirino de Morais, Mariangela de Campos Argento Muraro, Rafael E. Pugliese Ribeiro, Valdir Florindo, Jucirema Maria Godinho Gonçalves, Manoel Ariano, Maria Isabel Cueva Moraes, Ricardo Verta Luduvice, Regina Duarte e Álvaro Alves Nôga. Pelo D. Ministério Público do Trabalho compareceu a Exma. Sra. Procuradora Chefe, Dra. Ana Elisa Alves Brito Segatti. São Paulo, 18 de fevereiro de 2013.
(a)ANA CELINA RIBEIRO CIANCIO SIQUEIRA
Secretária-Geral Judiciária
PROCESSO TRT/MA Nº 0000009-29.2013.5.02.0000
Assunto: Concurso Público destinado ao provimento dos cargos de Técnico Judiciário.
CERTIFICO que, em Sessão Administrativa Ordinária realizada nesta data, o E. Órgão Especial decidiu, por maioria, aprovar a proposta abertura do concurso público para preenchimento das vagas atuais e daquelas que surgirem neste Regional, objetivando provimento de cargos da carreira de Técnico Judiciário, área Administrativa, para a Área Apoio Especializado, Especialidades Digitação, Enfermagem, Operação de Computadores e Tecnologia da Informação e para Área Administrativa, Especialidades Artes Gráficas, Carpintaria e Marcenaria, Estrutura de Obras e Metalurgia, Telecomunicações e Eletricidade, Mecânica, Apoio de Serviços Diversos, Copa, Telefonia, Transporte e Segurança. E, ainda, com as cautelas previstas no inciso IV, do art. 37 da Constituição Federal, para os cargos da carreira de Técnico Judiciário, Áreas e Especialidades, contemplados com concurso público e que encontram-se na validade (Processo TRT/MA 70103.2007.000.02.00-0), nos termos do voto da Exma. Sra. Desembargadora Relatora, vencido o Exmo. Sr. Desembargador Manoel Ariano quanto aos cargos em extinção, bem como os da carreira de Técnico Judiciário, Área Administrativa, Especialidade Transporte e Segurança.
Presidiu a sessão a Excelentíssima Senhora Desembargadora MARIA DORALICE NOVAES, presentes os Excelentíssimos Senhores Desembargadores Silvia Regina Pondé Galvão Devonald, Rilma Aparecida Hemetério, Anelia Li Chum, Nelson Nazar, Sérgio Winnik, Luiz Carlos Gomes Godoi, Odette Silveira Moraes, Fernando Sampaio, Maria Inês Moura Santos Alves da Cunha, Tania Bizarro Quirino de Morais, Mariangela de Campos Argento Muraro, Rafael E. Pugliese Ribeiro, Valdir Florindo, Jucirema Maria Godinho Gonçalves, Manoel Ariano, Maria Isabel Cueva Moraes, Ricardo Verta Luduvice, Regina Duarte e Álvaro Alves Nôga. Pelo D. Ministério Público do Trabalho compareceu a Exma. Sra. Procuradora Chefe, Dra. Ana Elisa Alves Brito Segatti. São Paulo, 18 de fevereiro de 2013. (a)ANA CELINA RIBEIRO CIANCIO

Fonte: Folha Dirigida

Nenhum comentário:

Postar um comentário