segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Especialistas dão dicas para preparação para o concurso do TRT-SP



Estudar com antecedência é fundamental para ser aprovado em concursos públicos, de forma geral. Por este motivo, os interessados em ingressar no quadro de servidores do TRT-SP já devem iniciar a preparação, com base no conteúdo programático do concurso anterior. Coordenadores de cursos preparatórios ressaltam que o candidato que esperar a publicação do edital para iniciar os estudos dificilmente conseguirá assimilar todo o conteúdo programático.


De acordo com o coordenador do CERS Cursos Online, Renato Saraiva, o candidato deve avaliar as características da banca da seleção para montar seu roteiro de estudos. "Se a organizadora for a Fundação Carlos Chagas ele deverá priorizar a letra da lei. Este tipo de concurso não exige tanto entendimento doutrinário, sendo, teoricamente, muito mais voltado para a letra da lei e para jurisprudências e súmulas do TST", destaca.

Entre as disciplinas, tanto para técnico quanto analista,  são cobrados Conhecimentos Gerais - Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Informática - e Conhecimentos Específicos. "Língua Portuguesa é uma disciplina que é necessário estudar sempre, pois em qualquer concurso será cobrada. Com relação aos Conhecimentos Específicos, Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho são as matérias com peso maior", acrescenta.

Renato Saraiva ainda destaca que, iniciando sua preparação com antecedência, o candidato poderá apenas revisar os conteúdos quando o edital for publicado. "Ele já deve estar estudando, pelo menos as matérias básicas, e fazendo bastante exercícios, para que possa, quando sair o edital, apenas fazer uma revisão", diz. "Hoje, a preparação dos candidatos é cada vez mais antecipada".

Flávio Monteiro de Barros, coordenador do Curso FMB, concorda que o estudo deve ser feito antecipadamente. "Quando o edital sair, o candidato deve apenas rever os pontos principais do conteúdo", acredita. Ele destaca que ao estudar para o concurso do TRT, o candidato também estará preparado para outras seleções. "Nesse momento, acredito que o candidato deveria focar seus estudos em Língua Portuguesa, Direito do Trabalho, Processual do Trabalho e Direito Previdenciário, as matérias principais do edital", aconselha. Já Renato Saraiva faz uma ressalva: ao ingressar no mundo dos concursos é necessário definir uma área de atuação. "Tem gente que quer fazer concurso público e fica 'atirando' para todos os lados. O ideal é escolher uma área de atuação, como polícia, bancos, tribunais, e que tenha concursos em vários estados, pois a cada concurso que for fazendo, independente de passar ou não, estará em treinamento, adquirindo experiência e maturidade", frisa. "Mais cedo ou mais tarde, a hora chegará", finaliza.

Veja o Edital do Concurso do TRT-SP/2008 (clique aqui).

Fonte: Folha Dirigida

Um comentário: