segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

CLTNEWS | Concurso do TRT-SP: Previsão para o 2º semestre de 2013



O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª região (TRT 2ª), com sede na capital paulista, deve realizar concurso para os cargos de técnico e analista judiciário ainda em 2013. De acordo com informações da coordenadoria de planejamento e gestão de pessoas do órgão já foi pedida a autorização para a realização do concurso. Com o término da validade do anterior, realizado em 2008, em 18 de fevereiro, exceto para técnico - área administrativa - segurança, com validade até 5 de maio, a realização do novo concurso é considerada indispensável para suprir eventuais necessidades de servidores. Para concorrer a analista é necessário possuir nível superior e para técnico, nível médio. Os vencimentos são de R$7.261,52 para analista e R$4.703,08 para técnicos, já considerando o vale-alimentação de R$710.


No último concurso foram registrados 94.808 inscritos, para a oferta inicial de 21 vagas, além da formar cadastro reserva de pessoal. Apesar do número pequeno de vagas iniciais, de acordo com levantamento divulgado pelo órgão em novembro, já foram nomeados 4.450 servidores, sendo 2.234 analistas e 2.216 técnicos. Com isso, no momento ainda não existem vagas em aberto para as duas funções, uma vez que até o término do prazo de validade do concurso continuarão sendo convocados remanescentes.

Para o cargo de analista, as duas principais áreas são a administrativa, com exigência de ensino superior em qualquer área de formação, e judiciária, para quem possui diploma de graduação em Direito. Para técnico judiciário, a principal área é a administrativa. Além disso, o órgão também costuma oferecer vagas para cargos especializados, com exigências específicas, como medicina e psicologia, no caso de analista, e segurança e enfermagem, para técnico. No concurso anterior foram registrados 53.519 inscritos para técnico na área administrativa, com oferta inicial de sete vagas. Já analista judiciário teve 11.430 inscritos na área administrativa (apenas para cadastro) e 17.661, na área judiciária, com duas vagas.

Embora os trâmites para a elaboração do edital ainda não tenham sido iniciados, os interessados em participar do concurso já podem ir se preparando com base no programa do concurso anterior. Para técnico na área administrativa, a prova contou com 60 questões, sendo 30 de Conhecimentos Gerais, com peso um, e 30 de Conhecimentos Específicos, com peso dois.  Em Conhecimentos Gerais foram abordados temas sobre Língua Portuguesa, Informática e Raciocínio Lógico. Em Conhecimentos Específicos, noções de Direito Constitucional, noções de Direito Administrativo, noções de Direito do Trabalho e noções de Direito Processual do Trabalho.

Para analista foram 25 de Conhecimentos Gerais, com peso um, e 35 de Conhecimentos Específicos, com peso três, além de uma redação.  Em Conhecimentos Gerais foram cobrados temas de Língua Portuguesa e Informática. Em Conhecimentos Específicos, para a área administrativa, Direitos Constitucional, Administrativo, Civil, Processual Civil, do Trabalho e Processual do Trabalho. Para a área judiciária, Direitos Constitucional, Administrativo, Civil, Processual Civil, do Trabalho e Processual do Trabalho.

Fonte: Folha Dirigida

Nenhum comentário:

Postar um comentário