sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Como você enxerga a hora de estudar?


Os concurseiros bem sucedidos têm bons hábitos de estudo. Não há fórmulas mágicas ou “receitas infalíveis” que façam você passar em um concurso público sem estudar. Você sempre vai precisar estudar, estudar e estudar.

Mas, tão importante quanto o tempo que você vai dedicar à sua preparação, a “qualidade” do que você vai realmente aprender faz toda a diferença.

Bons hábitos de estudo, aqueles que dão profundidade e rendimento ao seu aprendizado, começam com a forma com a qual você encara o ato de estudar. Ao decidir participar de um concurso você pode ter o tipo de atitude de quem quer passar ou de quem “se passar, tudo bem”. Que tipo de concurseiro é você?

A maneira de encarar o estudo como uma obrigação tem de positivo o aspecto de deixá-lo alerta e responsável sobre tudo que decidiu quando resolveu encarar o concurso. Entretanto, as coisas feitas com prazer tendem a ter efeitos mais duradouros do que as que são simplesmente frutos mecânicos da obrigação.

Se você procurar com interesse, vai encontrar nos estudos algo mais do que um meio para um fim, que é ser aprovado no concurso. Você pode ser agradavelmente surpreendido enquanto estuda, realmente absorvendo conhecimento.

Portanto, prepare-se para aprender, quando for estudar. Não transforme suas horas de estudo num conjunto de tentativas frustrantes, estressantes e, como consequência, desagradáveis. Estar no “clima” é metade do sucesso do seu rendimento.

Cultive, nestas horas, bons pensamentos, tais como: “ eu sou capaz e tenho habilidade suficiente”. Afaste de si as naturais tendências derrotistas de achar que “é muita coisa para aprender” “nunca vou conseguir” “vou estudar, mas já sei que não vou entender nada”. Suas dificuldades de aprendizagem, SE existirem, devem ser tratadas em outro momento, que não na hora de estudar.

Se, ao final da sessão de estudo você não ficar plenamente satisfeito, a visão que você deve ter é de que “não fui tão bem DESTA VEZ mas, vou investigar o que deu errado, para melhorar.

Estas atitudes, são exercícios que devem ser praticados até começarem a fazer parte da sua própria forma de estudar. Lembre-se, que hábitos se aprendem e quando exercitados e cultivados se incorporam ao que nós somos.
Bons Estudos e AtéPassar!

Fonte: AtéPassar

Um comentário: