quinta-feira, 4 de outubro de 2012

TRT-RJ: Contagem regressiva para o edital



Contagem regressiva para a divulgação do edital do concurso para técnico e analista judiciários do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ). Segundo o presidente da comissão, desembargador César Marques Carvalho, o documento deverá sair no próximo dia 18, dois dias depois de esgotar a validade da seleção ocorrida em 2008 (para os cargos de técnico judiciário/área administrativa e analista judiciário das área administrativa e judiciária). A previsão é de que sejam oferecidas 200 vagas, sendo 100 para técnico e 100 para analista judiciários.


Um fator que vem atraindo muitos interessados em participar do concurso é que o número de convocados ao longo da validade poderá superar o de todos os concursos anteriores realizados pelo órgão, chegando a 2 mil servidores. "Acredito que o quantitativo de contratações vai superar o de todas as seleções anteriores. Estamos com um quadro de funcionários envelhecido, um volume elevado de aposentadorias e ainda temos a mudança de sistema. Com isso, vamos gerar mais vagas e o volume de contratações vai ser bem maior. Esse número muito provavelmente vai chegar a 1.500 convocados e, possivelmente, a 2 mil", declarou o desembargador César Marques. Após o lançamento do edital, as inscrições, que deverão ter início ainda em outubro, permanecerão abertas pelo período de um mês. O desembargador César Marques destacou que a aplicação das provas objetivas e de Redação serão realizadas no dia 13 ou 20 de janeiro, data que ainda está sendo definida.

O presidente da comissão do concurso chama a atenção para uma pequena mudança no programa. "Será cobrada a legislação relacionada ao Processo Judicial Eletrônico (PJe). Decidimos pedir esse assunto porque o processo judicial eleitoral vai entrar em vigor, a partir de dezembro deste ano, em todas as varas do estado. Logo, o servidor terá que estar preparado", explicou, ressaltando que é importante estudar, ainda, as novas regras ortográficas. "O novo acordo ortográfico será cobrado tanto na prova de múltipla escolha, quanto na de Redação, visto que ele já está em vigor."

A seleçãoseguirá o modelo da realizada em 2008, onde os candidatos tiveram que realizar questões sobre as disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de Informática e Conhecimentos Específicos. O concurso proporcionará, a princípio, 200 vagas, das quais 100 serão voltadas ao cargo de técnico judiciário da área administrativa (nível médio) e, as outras 100, distribuídas entre as funções de analista das áreas administrativa (nível superior), judiciária e de execução de mandados (ambas exigindo graduação em Direito). Um dos atrativos da seleção é a remuneração inicial, considerada boa: R$4.762,96 para técnico, R$7.321,39 para analista das áreas administrativa e judiciária e R$10.195,05 para analista em execução de mandados. Os valores já incluem R$710 de auxílio-alimentação, sendo que na remuneração do analista em execução de mandados também já está inserido o auxílio-transporte, de R$1.344,97.

Fonte: Folha Dirigida

Nenhum comentário:

Postar um comentário