quinta-feira, 27 de setembro de 2012

TRT do Rio de Janeiro faz os últimos ajustes no edital


O presidente da comissão do concurso para o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ), desembargador César Marques Carvalho, reafirmou na última quarta, 26, que o edital deverá ser mesmo divulgado na segunda quinzena de outubro. A seleção será organizada pela Fundação Carlos Chagas (FCC), que atualmente está realizando os ajustes finais no cronograma, juntamente ao TRT-RJ. Estão previstas 200 vagas, sendo 100 para o cargo de técnico judiciário, de nível médio, 100 de analista judiciário, distribuídas pelas áreas administrativa (formação superior em qualquer área), judiciária e execução de mandados (ambos exigindo graduação em Direito). As inscrições deverão ter início logo após o lançamento do edital, ainda em outubro, permanecendo abertas por um período de um mês.

Boas remunerações, estabilidade profissional (contratação pelo regime estatutário), possibilidade de crescimento profissional e a certeza de que ocorrerão muitas contratações, ao longo do prazo de validade do concurso, estão entre os principais atrativos. O técnico judiciário ganhará R$4.762,96 e, o analista das áreas administrativa e judiciária, R$7.321,39. Já para o analista em execução de mandados, o valor será de R$10.195,05. O auxílio-alimentação, de R$710, está inserido em todas as quantias citadas. Além disso, na remuneração do analista em execução de mandados, também já está incluído R$1.344,97 de auxílio-transporte. A validade da seleção será de dois anos, podendo dobrar, e, ao longo desse período, deverão ser feitas entre 1.500 e 2 mil contratações, segundo o presidente da comissão do concurso.

"Nosso quadro de servidores está envelhecido. Atualmente o volume de aposentadorias é enorme e não para de aumentar, até porque estamos passando por um período de modernização. Nosso sistema está ficando mais informatizado, então, alguns profissionais mais antigos não conseguem acompanhar esse ritmo", contou César Marques. O presidente da comissão do concurso já adiantou que as provas objetivas deverão ocorrer no dia 13 ou 20 de janeiro de 2013. "Ainda estamos vendo quando exatamente as provas serão aplicadas, mas muito provavelmente será em uma dessas duas datas", garantiu.

O presidente recomendou que os interessados em participar do concurso se preparem com base no programa do edital de 2008. "Uma das únicas modificações é o fato de que não vamos cobrar conhecimentos em BrOffice. Quem estudar pela prova do concurso anterior tem grandes chances de se dar bem na avaliação", declarou. Em 2008, a prova objetiva abordou as disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de Informática e Conhecimentos Específicos. Dentro de Conhecimentos Específicos estavam as matérias de Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito do Trabalho, Noções de Direito Processual do Trabalho e Noções de Direito Constitucional. Haverá, também, uma prova de Redação no mesmo dia da objetiva.

Fonte: Folha Dirigida

Nenhum comentário:

Postar um comentário