terça-feira, 28 de agosto de 2012

Concurso do TRT do Rio de Janeiro: Programa do concurso anterior será mantido



Enquanto o cronograma do concurso para técnico (nível médio) e analista (superior) judiciários do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) está tramitando entre os setores do órgão e aguardando aprovação, quem quer participar da seleção pode estudar tomando como base o programa do último concurso, ocorrido em 2008. De acordo com o presidente da comissão, desembargador César Marques Carvalho, tudo será exatamente igual, apenas a exclusão de conhecimentos em BrOffice do programa de Informática. "O edital estará quase igual ao do concurso anterior. A única diferença relevante que eu posso adiantar é que, dessa vez, não será preciso ter conhecimentos sobre BrOffice, que foi abolido. Tirando isso, teremos as mesmas fases, incluindo os exames de saúde no final do processo seletivo. As disciplinas continuam as mesmas para cada cargo."


Além disso, haverá uma prova de Redação no mesmo dia da objetiva, e César deixa um importante recado. "O novo acordo ortográfico já está em vigor e será pedido nas avaliações", disse. Segundo o presidente, a previsão inicial é de que as provas ocorram no final de novembro ou início de dezembro. Já o edital sairá no mês de setembro, quando também terão início as inscrições. "Ainda não sei dizer a semana exata, mas acredito que na segunda quinzena, porque a primeira está complicada devido a feriados e compromissos", disse. O desembargador César Marques afirmou, também, que o edital deverá trazer oferta de cerca de 200 vagas, sendo 100 para técnico e 200 para analista, porém o quantitativo de contratações ao longo da validade da seleção, que será de dois anos, prorrogável por igual período, vai girar em torno de 1.500 a 2 mil. "Estamos com um quadro de funcionários envelhecido, um volume elevado de aposentadorias e ainda temos a mudança de sistema. Com isso, vamos gerar mais vagas e o volume de contratações vai ser bem maior. Esse número muito provavelmente vai chegar a 1.500 convocados e, possivelmente, a 2 mil", disse.

As 100 vagas de técnico judiciário, cargo que exige apenas o nível médio, serão para a área administrativa. Já as 100 de analista judiciário serão distribuídas pelas seguintes especialidades: administrativa (superior em qualquer área), judiciária e execução de mandados (ambas exigindo graduação em Direito). As remunerações iniciais são de R$4.762,96 para técnico judiciário, R$7.321,39 para analista das áreas administrativa e judiciária e R$10.195,05 para analista em execução de mandados. Em todos os valores, já estão incluídos os R$710 de auxílio-alimentação. Na remuneração do analista em execução de mandados, também já estão inseridos os R$1.344,97 de auxílio-transporte. Atualmente, o déficit de servidores no TRT-RJ é de pelo menos 300 pessoas. "Há carência tanto de técnico, quanto de analista", garantiu o desembargador, afirmando que os aprovados tomarão posse no início de 2013. "O ideal seria fazermos o concurso para chamarmos os primeiros classificados no máximo até dezembro. No entanto, a maior possibilidade é de que chamarmos em janeiro ou fevereiro, pois ainda tem toda a parte médica, que demora um pouco", destacou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário