segunda-feira, 20 de agosto de 2012

10 Dicas Para Superar Dificuldades de Concentração no Estudo Para Concursos



Concurseiro! Está com dificuldades para se concentrar nos estudos? Isto é mais comum do que você possa imaginar. Não existe “fórmula mágica” para manter o foco nos estudos. Mas, existem estratégias que podem ajudar você a se manter concentrado durante sua atividade de estudo. O AtéPassar sempre está sugerindo técnicas para facilitar sua concentração, por entender que estar com máxima atenção já é um grande passo para a aprendizagem.


1. Porque você não consegue se concentrar?

Identifique o porquê de não conseguir se concentrar. Muitas vezes, serão coisas simples de remover, por exemplo, Facebook, seu telefone celular, TV, música, a bagunça na área de trabalho, etc. Mas pode muito bem haver razões psicológicas para a sua falta de foco. As mais comuns são:

Não estar preparado para ler e estudar
A falta de interesse no material
A falta de motivação
A falta de objetivo adequado

2. Livre-se das distrações óbvias

Não é inteligente estudar com o seu telefone celular por perto, mesmo se ele estiver configurado só para vibrar. Assim, se você receber uma mensagem de texto, você vai olhar. Você é humano! E aí, lá se vai sua concentração! Internet no momento de estudar deve ficar restrita ao que for do interesse: videoaulas, esquemas, figuras etc. Desconecte das redes sociais, blogs e programas de conversas online. Música? Para muitos é indispensável. Então prefira as instrumentais, sem letra. Isso poupará seu cérebro do trabalho “extra” de entender o que está sendo dito enquanto se concentra para estudar.

3. Antecipe as suas necessidades físicas

Se você está estudando atentamente, você vai ficar com sede. Então, antes de começar o estudo ponha uma garrafinha com água ao seu alcance para não perder o “fio da meada”. Faça o mesmo para um lanche, com uma barra de cereal, ou uma fruta. Use o banheiro, ponha roupas confortáveis, mas não acolhedoras como moletons ou pijamas, pois estas irão leva-lo ao relaxamento.

4. Responda às suas questões internas

Às vezes as distrações não estão vindo do exterior: elas estão vindo de dentro de nós! Quando sentamos para estudar e temos preocupações que invadem nossos cérebros, não conseguimos nos concentrar. Por exemplo: “Quando eu vou conseguir um emprego?” Quando essas questões invadirem sua mente, aceite. Em seguida, empurre-as de lado com uma resposta lógica: “Eu não sei a resposta a essa pergunta agora, então vou focar no que eu preciso aprender” Parece bobagem, mas se você responder às suas próprias questões internas, mesmo com uma resposta pronta, vai trazer o foco de volta à sua mente. Se necessário, escreva a preocupação, e como resolvê-la de uma forma simplista e siga em frente.

5. Em Movimento

Algumas pessoas são impacientes. Elas precisam estar fazendo algo, para seus corpos fazerem a conexão de que elas estão ocupadas estudando. Soa familiar? Se você é uma delas, use algumas estratégias para antecipar um “formigamento nas pernas”.

Caneta: Sublinhe palavras quando você ler. Movendo apenas a sua mão pode ser suficiente para afastar o nervosismo. Se não for…

Elástico: Envolva-o em torno de sua caneta e jogue com o elástico enquanto você está estudando. Ainda se sentindo nervoso?

Bola: Leia ou assista uma trecho de videoaula. Sublinhe o texto, faça anotações sobre a aula, puxe o elástico da caneta. Ainda não consegue se concentrar? Pegue uma bola e quique algumas vezes contra o chão repensando as mensagens que você acabou de capturar. Volte para seu estudo.

6. Objetivo com Planejamento

É muito fácil se dispersar do estudo, e até se perder, quando você não tem um roteiro bem delineado para seguir. Sabendo disto, invista algum tempo no planejamento do objetivo de qualquer sessão de estudo. Detalhe. Faça uma “primeira leitura” do assunto e destaque os pontos principais que devem ser cobertos durante aquele determinado tempo de estudo. Se você “se pegar” fugindo do que foi traçado, respire fundo, e volte ao último ponto no qual você lembra que conseguiu entender completamente. Para ajudar, você pode ir marcando cada etapa como cumprida.

7. Concentração não é suco: Não sai na hora!

Não espere que a sensação de estar focado venha automaticamente, só porque você seguiu os passos acima mencionados. Uma chave para se tornar focado é gostar do que você está fazendo, um sentimento de querer saber mais sobre o assunto. Então, se não é o seu assunto favorito que você está indo estudar, você vai ter que se convencer de que o assunto é interessante. Você pode achar que é difícil no início, mas uma vez que você aprender o valor de investir interesse em seus estudos, menos você terá que forçar-se a focar. Motive-se!

8. Sempre há algo de interessante 

Você pode fazer associações positivas. Por exemplo, ao estudar a disciplina Direito Constitucional, tão comumente cobrada nas provas de concursos, você estará aprendendo a enxergar os fatos sob a ótica das leis jurídicas que regem a constituição. Daí, você pode querer saber: O que é a constituição? Como ela afeta sua vida?

Como, por exemplo, o estudo da lei dos crimes constitucionais do Artigo 5º, inciso XLI, que diz: ”a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão nos termos da lei”. Quem de nós nunca ouviu falar, assistiu a um filme, leu um livro ou mesmo foi alvo de um ato racista? O que são, aos olhos da Lei atos racistas? Quais as penas impostas pela constituição às pessoas que cometerem este crime? O que é inafiançável e imprescritível? Então, descobrir todas estas informações e aprender sobre elas não é mais interessante do que somente “decorar” a lei? Não vai ser mais fácil se manter focado em algo dos seu interesse?

9. Há sempre mais uma sessão de estudo

Não entre em pânico no caso em que você se distraia apesar de todos os seus esforços. Diga a si mesmo algo de positivo como: “Eu sei que perdi o foco, mas eu vou tentar novamente e tenho certeza que serei bem sucedido desta vez.” Incentivo positivo sempre traz bons resultados, até se ele estiver vindo de você mesmo.

10. Por fim, sem esforço e dedicação não há vitória

Permaneça firme nos seus objetivos. Seja criativo para não deixar a rotina e o tedio tomarem conta da sua “hora de aprender”. Mantenha sempre em mente seus motivos para alcançar um cargo público, e nunca esqueça de incluir entre eles, a satisfação de ver recompensados todos os seus investimentos pessoais para esta realização. E sua concentração será mais fácil de ser mantida!Você merece ser aprovado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário